NUTRIÇÃO FUNCIONAL

A Nutrição Funcional é uma maneira dinâmica de abordar, prevenir e tratar desequilíbrios do nosso corpo. Estes desajustes ocorrem devido a uma alimentação inadequada, a maneira como respiramos, a quantidade de água que bebemos, a intensidade que nos exercitamos e, inclusive, as alterações emocionais que vivenciamos.

 

Os nutrientes (sejam bons ou ruins, equilibrados ou desequilibrados), toxinas, hormônios e neurotransmissores são as “informações” que colocamos em nosso corpo diariamente. Caso você não goste de como sua máquina está funcionando, mude as informações que oferece a ela! Melhor, “contrate um programador”! O Nutricionista Funcional e o profissional que vai lhe ajudar nessa tarefa.

 

A nutrição funcional considera a interação entre todos os sistemas do corpo, incluindo as relações que existem entre o funcionamento físico e os aspectos emocionais. A nutrição clinica funcional possui cinco princípios básicos:

 

1) Individualidade bioquímica: “Ninguém é igual a ninguém”. O que funciona e cabe a uma pessoa, nem sempre, ou quase nunca, serve para outra.

 

2) Tratamento centrado no paciente: O tratamento é direcionado ao paciente e não a doença. A intenção é evitar que a doença apareça e se aparecer tratar a causa dela e nunca usar medicamentos ou interferir nos sintomas! Foco na cura e não no controle.

 

3) Equilíbrio nutricional e biodisponibilidade de nutrientes: Se torna importante a oferta de nutrientes em quantidades adequadas e em equilíbrio com todos os outros, para que haja um absorção adequada e aproveitamento pelas células.

 

4) Inter-relações em teia de fatores fisiológicos: todas as funções de nosso corpo estão interligadas. Estresse, por exemplo, poderia diminuir a absorção de alguns nutrientes; o excesso de atividade física pode levar a exaustão rápida e ao estresse, e assim vai.

 

5) Saúde como vitalidade positiva: a saúde não é meramente a ausência de doenças, e sim o resultado de diversas relações entre os sistemas orgânicos, por isso devemos analisar os sinais e sintomas físicos, mentais e emocionais que podem estar nas bases dos problemas apresentados.